Pequena editora paulista participa como convidada da Feira Internacional do Livro de Frankfurt

Nos seis dias da 55ª Feira Internacional do Livro de Frankfurt, realizada no mês passado, uma pequena editora brasileira brilhou em meio a 6,4 mil expositores do mundo todo, mais especificamente em um grupo de 30 editoras de países emergentes que receberam subsídio para participar da maior e mais importante feira de livros do mundo.

O convite partiu do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha e da própria organização da Feira. A Sá Editora, fundada em 2001 e atualmente com 15 títulos em catálogo, foi a única brasileira selecionada entre as editoras de países em desenvolvimento, que contaram com participação totalmente subsidiada na feira. Do grupo participaram editoras de países como Peru, Paraguai, Argentina, Rússia, Síria, Sérvia e Montenegro, Paquistão, ??ndia, Argélia, Afeganistão, Irã e Bulgária, entre outros.

Apesar da curta carreira da editora, especializada em títulos de comportamento, jornalismo, ensaios e alguns de ficção, Eliana Sá, a titular da Sá Editora, já tem um vasto currículo profissional. Durante 11 anos trabalhou como editora-executiva da Editora Globo, período em que participou por diversas vezes da Feira de Frankfurt.

Como editora , ganhou o prêmio Jabuti em 1993 pelo melhor livro de não-ficção, Rota 66; em 1996, com o livro A Marcha para o Oeste; em 1998, pelas Obras Completas de Jorge Luis Borges; em 1998, pelo Guia dos seus Direitos; em 1999, pelo livro Memórias do Esquecimento.

Como autora, lançou títulos de literatura infantil, como Dona Galinha e o Ovo de Páscoa (Editora Scipione) e Meu Primeiro Livro de Poesia (Sá Editora).

Também dá cursos de capacitação profissional na Universidade do Livro, entidade ligada à UNESP(SP).

A editora e autora já participou de cursos de capacitação pelo Sebrae-SP, como o Iniciando um Pequeno Grande Negócio, pela Internet. Este ano, com o subsídio da entidade, ela participou em agosto da Feira Nacional do Livro, em Ribeirão Preto. Eliana é também associada da Liga Brasileira de Editoras (Libre), entidade que reúne 70 pequenas e médias editoras e conta com o apoio do Sebrae-SP no desenvolvimento e profissionalização do mercado editorial.

“Existe um grande interesse pelo títulos brasileiros no exterior, tanto de obras de ficção quanto de não-ficção e não estou me referindo aos best-sellers. Acredito que temos um grande potencial a explorar, algo para o qual estamos despertando”, diz Eliana, que durante a feira de Frankfurt apresentou uma palestra sobre o mercado editorial brasileiro, sob o ponto de vista das pequenas editoras.

“Acho muito importante um trabalho como o que o Sebrae-SP está desenvolvendo junto às pequenas editoras. Sem dúvida contribui para desenvolver e profissionalizar o mercado, ajudando principalmente em sua estrutura empresarial.”

A feira de Frankfurt reuniu este ano expositores de 104 países, cerca de 300 mil visitantes e mil escritores, que estiveram em conferências, sessões de leitura dos seus textos e autografando exemplares.

Núcleo de Cultura do Sebrae-SP
Tel: (11) 3177-4932 /4595

Assessoria de Imprensa Sebrae-SP
Beatriz Vieira
Tel: (11) 3177-4825

Fone/Fax: (11) 5051-9085
Fone: (11) 5052-9112